As famílias de baixa renda de Fazenda Rio Grande terão o acesso ao kit para recepção de sinal digital de televisão, que entra em vigor a partir de 31 de janeiro de 2018 – quando o sinal analógico será desligado totalmente – mais agilizado. No total deverão ser beneficiadas aproximadamente 14 mil famílias cadastradas nos programas sociais do governo federal.

O prefeito Marcio Wozniack assinou na tarde terça-feira (10), juntamente com o secretário de Assistência Social e Habitação, José Roberto Zanchi e a gerente regional da Seja Digital, Sandra Frasson, um termo de cooperação para o cadastro de famílias – a realizado pelos CRAS –  e capacitação de servidores municipais para acompanharem o processo.

O prefeito Marcio falou que essa medida é mais uma ação voltada para a inclusão de toda a população. “São 60 mil pessoas a serem beneficiadas, todas têm esse direito ao acesso à tecnologia e isso tem acontecido graças à agilidade de nossa secretaria que vem tratando os processos de inclusão – não apenas tecnológico – com muita seriedade”, analisou.

Para saber se tem o direito ao kit gratuito para agendar a retirada do equipamento as pessoas devem ligar para o 147 com o Número de Identificação Social (NIS) ou acessar o portal sejadigital.com.brkit. No caso de Fazenda Rio Grande, haverá um servidor e também um técnico da Seja Digital para explicar todo o processo de instalação.

Na opinião do secretário José Roberto, o termo de cooperação pode ser visto além da simples mudança nos sinais. “Será mais uma forma de beneficiarmos a camada mais vulnerável da população, que terá um acesso à informação plena, seguindo as diretrizes estabelecidas pelo prefeito Marcio”, comentou.

O secretário acredita que o trabalho também terá um viés ambiental. “Não será apenas a troca de sinais, mas vemos a possibilidade da pessoa também manter seu aparelho de TV, com isso, ao não jogar fora sua televisão evitaria o descarte de mais resíduos no ambiente. Não estamos medindo esforços para que esse processo de transição, assim como de capacitação, seja um dos legados desse acordo”, disse.

A gerente regional da Seja Digital, Sandra Frasson, ressaltou que o trabalho iniciado em Fazenda Rio Grande será estendido também para outras cidades da região metropolitana.  “Nosso trabalho tem o objetivo de fazer com que a informação sobre o processo de desligamento do sinal analógico de TV chegue à população para que todos possam se preparar para receber o sinal digital. Não vamos deixar ninguém para trás”, concluiu.