As declarações do atacante Kleber contra o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta sexta-feira (8), podem levá-lo novamente aos tribunais. Apto para voltar a atuar depois de 11 jogos de suspensão impostos pela entidade, o Gladiador usou os microfones na entrevista coletiva pré-clássico Atletiba para disparar contra a punição que teve que cumprir. Caso seja denunciado, atleta poderá pegar de um a seis jogos de suspensão.

“Me senti injustiçado, senti que me pegaram para exemplo. Acho que foi ridículo o que fizeram. Eu estive lá no STJD, vi e ouvi coisas que, para mim, são vergonhosas, bem cara de Brasil mesmo. Ouvi um cara dizer que, para um time que não vou citar, ele não daria a punição em relação ao mando de campo, pois estava brigando pelo título. Eu acho que isso chega a ser vergonhoso. Quem tiver a oportunidade de um dia ir lá e ver uma audiência daquela, dá até vergonha de estar lá”, criticou o Gladiador em conversa com a imprensa no CT da Graciosa.

O jogador tonificou a posição contrária à suspensão e atitude dos procuradores e citou caso de punição ao Vasco da Gama, que perdeu apenas seis jogos em caso de confusão contra o Flamengo, no São Januário, tendo uma pena bem mais leve que a dele. “Sentar ali, o teu advogado falando o tempo todo e os caras no celular, nem prestam a atenção no que ele fala. Acho que não tem nem a necessidade de levar um advogado lá. Eu me senti muito injustiçado, já tinha ido outras vezes e sempre foi igual”, disse. “Dependendo do clube que for, a punição é diferente. Isso é uma vergonha. Sempre foi assim e continuará sendo, enquanto não tiver ninguém para falar e pessoas para cobrarem isso”, completou.

O procurador Felipe Bevilacqua repudiou e chamou as declarações do jogador de precipitadas. Segundo ele, serão analisadas pelo Tribunal e poderá acarretar em nova denúncia. “Recebi com muita surpresa esta notícia e as declarações. Isso vai de encontro, não só com o regulamento geral das competições, como também o CBJD. Então, o que o STJD pretende é não só preservar a imagem da competição como um todo, mas também dos clubes e do futebol. Me parecem declarações equivocadas e com muita certeza isso será avaliado pela procuradoria e no decorrer desta semana, se for confirmado, terão providências”, afirmou Bevilaqua.

Kleber deverá ser denunciado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que consiste em “conduta contrária à ética ou a disciplina desportiva”, e a pena varia de uma a seis partidas. O atacante voltará aos gramados neste domingo (10), às 11h, no clássico contra o Atlético, na Arena da Baixada, válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.